Vida

"Resolve lá no psiquiatra o teu problema de não ter filhos"

Discussão acesa entre Luísa Castel-Branco e Joana Latino  
 

Luísa Castel-Branco e Joana Latino tiveram uma discussão durante o programa ‘Passadeira Vermelha’, na SIC Caras. Em causa estava a questão do recurso a barrigas de aluguer e o papel das mães na vida dos filhos.

Tudo começou com a notícia de que Kim Kardashian ia ter mais um filho com recurso a uma barriga de aluguer. A certa altura Luísa Castel-Branco fez um comentário polémico: “Quando qualquer uma de vocês tiver um filho venha falar comigo”.

Joana Latino não gostou do comentário e respondeu: “Isso não é argumento, Luísa. Não há mulheres de segunda e de primeira porque a primeira tiveram filhos e as segundas nunca tiveram. Não admito esse tipo de conversa! Há muitas mães que são uma porcaria de mães, e há muitas pessoas que não são mães que são muito mais das que já foram de 40 filhos. Ser mãe, educar, ser progenitor não é só dar à luz, não é só ter posto lá a sua herança genética na criatura que veio ao mundo. É fazer muitas outras coisas que muitas vezes não são só os que deram à luz e os que deram herança genética que dão. Agora estares aqui a fazer barreiras entre quem teve filhos e quem não teve, isso para mim não existe”.

Luísa Castel-Branco disse que cada uma tinha direito a ter a sua opinião, mesmo que não fosse politicamente correta: “Embora a minha opinião não seja politicamente correta, é, vai continuar a ser e eu não vou mudar. Eu já fui as duas coisas. Já fui mãe com um filho dentro da minha barriga nove meses e já fui mãe de quem não era meu filho. Sei exatamente a distinção. O 31 de boca de que eu sei muito, não. É completamente diferente. Em nenhum momento me ouviste dizer que por ter parido um filho é boa mãe. Ai não é não. Há gente que nunca os devia ter tido. [...] Por que é que em todo o mundo se está cada vez mais com o problema de que as mães de aluguer depois querem voltar a ter os filhos...”.

A meio da discussão, Latino disse que “não gosta da superioridade moral que às vezes as mulheres que são mães têm sobre as mulheres que não são”. Foi aí que Castel-Branco fez o comentário que a jornalista considerou “ofensivo” e “desrespeitoso”: “Primeiro que tudo, resolve lá o teu problema na psiquiatra, na psicanálise, de não teres filhos. Ninguém tem culpa com isso”.

Veja o momento da discussão