Sociedade

Pinhal de Leiria. Fogos de outubro tiveram mão criminosa

Num dos incêndios que deflagrou no Pinhal de Leiria, já no final do verão passado, foi utilizado um engenho artesanal. Autores do crime ainda não foram identificados.

De acordo com a Sic Notícias, a Polícia Judiciária já confirmou que os dois fogos que deflagraram em outubro, e que queimaram mais de 80% do pinhal de Leiria, tiveram mão criminosa.

Num desses fogos foi utilizado um engenho artesanal, mas os investigadores ainda não conseguiram identificar os autores do crime, referiu fonte da PJ ao jornal Expresso.

Recorde-se que, naquele que foi considerado o pior dia do ano em matéria de incêndios, dia 15 de outubro, morreram 45 pessoas.

.