Economia

Mário Centeno preside à primeira reunião do Eurogrupo

"São tempos obviamente interessantes para o processo de construção da Europa e que nós temos que aproveitar", disse à entrada

Depois da eleição para a presidência do Eurogrupo em dezembro, Mário Centeno preside hoje à primeira reunião, que decorre em Bruxelas.

Antes do início do encontro, Mário Centeno foi questionado relativamente à vontade demonstrada pela Bulgária de integrar a zona euro e disse concordar com Jean-Claude Juncker, o presidente da Comissão Europeia. "Politicamente, é muito importante que neste momento em concreto possamos olhar para a expansão da zona euro com muito otimismo e com muita determinação. Temos naturalmente que criar condições para que isso aconteça. Há um conjunto de critérios que a Bulgária neste momento satisfaz, precisamos de fazer uma análise conjunta quando e se tal for solicitado pelas autoridades búlgaras, mas a mensagem política que eu queria deixar é que temos que olhar de uma forma muito positiva e construtiva para essa expansão, alargamento da zona euro", afirmou o novo presidente do Eurogrupo.

Inevitável foi o comentário à função que começa hoje a desempenhar, dizendo-se "feliz". "Hoje tenho a primeira reunião enquanto presidente do Eurogrupo. Durante dois anos e meio vou liderar um grupo de 19 ministros das finanças, essa é a composição hoje da área do euro, numa agenda muito exigente mas também muito interessante. São tempos obviamente interessantes para o processo de construção da Europa e que nós temos que aproveitar, e começamos exatamente hoje nesse processo", disse Mário Centeno.

Quanto à agenda de hoje da reunião - o programa de assistência à Grécia -, Centeno disse esperar "boas notícias", uma vez que a terceira revisão estará concluída em breve, criando oportunidade para uma nova parcela do empréstimo.

"Vamos ouvir do lado das instituições qual é o avanço e o ponto da situação em relação ao programa grego. Esperamos concluir a terceira revisão desse programa com a informação que hoje receberemos. E certamente que vão ser dados passos muito firmes nesse sentido. Há um grande otimismo e uma grande determinação das autoridades gregas. Serão seguramente boas notícias também para a população grega, que tem reagido da forma que todos sabemos àquilo que é o programa", declarou o presidente do Eurogrupo.

Sobre o momento atualmente vivido na UE, Centeno disse que "este momento é particularmente importante por vários motivos. Não só há uma coordenação dos ciclos políticos em vários países na Europa", favoráveis a "um apoio bastante alargado para a construção europeia, e isso só pode ser aproveitado por quem lidera a área do euro", como "de facto, nós neste momento vivemos o período de maior expansão da área do euro desde que ela existe", defendeu.

Debruçando-se sobre a sétima missão de vigilância pós-programa a Portugal, Centeno mostrou-se positivo. "Há um sentimento muito positivo sobre o desempenho da economia portuguesa e das finanças públicas em Portugal, isso deixa-nos muito satisfeitos. Vamos obviamente saudar - o Eurogrupo no seu conjunto - esses desenvolvimentos e ficar muito contentes pelo resultado da economia portuguesa. Nós todos sabemos como progredir, o que precisamos de fazer, as reformas que temos que fazer, que estamos a fazer em Portugal para aumentar a nossa capacidade produtiva, por isso haverá seguramente uma boa mensagem associada a essa revisão".