Internacional

Twitter já identificou mais de 50 mil contas russas falsas

Rede social notificará perto de 680 mil pessoas que seguiram, gostaram ou partilharam tweets oriundos daquelas contas, entretanto suspensas

O Twitter anunciou a identificação e suspensão de 1062 contas com ligações à Internet Research Agency, uma comunidade online russa dedicada à criação de perfis fictícios e à disseminação de conteúdo falso e controverso pelas redes sociais. Segundo a empresa norte-americana, com aquela descoberta, o número de contas falsas ligadas à Rússia chega aos 50258.

A rede social revelou ainda que iniciou um processo de notificação aos 677775 utilizadores que seguiram, gostaram ou partilharam tweets oriundos daquelas contas.

De acordo com os dados monitorizados pelo Twitter, a atividade dos utilizadores falsos ligados à Internet Research Agency atingiu o seu auge durante a campanha presidencial norte-americana de 2016. Das 3814 contas identificadas com aquela comunidade foram contabilizados 175993 tweets.

Neste sentido, toda a informação revelada será disponibilizada aos comités responsáveis pela investigação da alegada interferência russa nas eleições, a favor de Donald Trump, no Congresso norte-americano e à equipa liderada pelo procurador-especial Robert Mueller, anunciou o Twitter.

A empresa garantiu ainda que está a trabalhar para em novos métodos para dificultar a utilização da rede social para este tipo de abusos.