Vida

Museu teve de contratar um cão para fazer o que os homens não conseguiam

O pequeno Riley tem apenas 14 semanas

O Museu de Belas Artes de Boston, nos Estados Unidos da América, contrataram um segurança diferente. Chama-se Riley e é um cachorro com apenas 14 semanas. A sua função? Fazer o que os humanos não conseguem: farejar insetos.

“Trata-se de um projeto piloto. Não sabemos se vai correr bem”, explicou Katie Getchell, responsável do museu, ao New York Times.

O objetivo é que Riley consiga detetar insetos capazes de destruir texteis e madeira. O olfato do cachorro será mais uma das várias medidas de proteção de obras de arte impostas pelo museu.