Internacional

Governo espanhol expulsa embaixador venezuelano

Decisão surge depois da Venezuela ter expulso o embaixador espanhol

O Conselho de Ministros espanhol decidiu declarar Mario Isea, embaixador da Venezuela em Espanha, uma ‘persona non grata’.

Esta decisão surge um dia depois de o governo de Nicolás Maduro ter feito o mesmo com o embaixador espanhol na Venezuela.

Segundo o jornal El País, a notícia foi confirmada pelo porta-voz do Governo, Íñigo Méndez de Vigo. O Conselho de Ministros justificou esta decisão como uma atitude “em estrita reciprocidade” para com a decisão das autoridades venezuelanas de expulsar Jesús Silva Fernández de Caracas.

Ontem, o regime de Maduro alegou que o embaixador interferiu em assuntos internos venezuelanos. Segundo o El País, a Venezuela alega “contínuas agressões e recorrentes atos de ingerência nos assuntos internos” por parte de Fernández.

Recorde-se que Espanha e Venezuela vivem momentos de tensão desde a eleição do presidente Hugo Chávez, em 1999.