Desporto

Bruno de Carvalho reage à acusação por tráfico de influências

O presidente do Sporting já reagiu à machete do i desta segunda-feira, que noticia que este está a ser investigado por tráfico de inluências. Informação foi confirmada pela PGR.

O i noticia hoje que o Presidente do Sporting está a ser investigado por tráfico de influências. A informação foi confirmada ao jornal pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

“O inquérito encontra-se em investigação, não tendo conhecido despacho final”, revelou a PGR. Em causa estão suspeitas do crime de tráfico de influências, não tendo sido ainda constituídos arguidos. O inquérito corre também contra outro dirigente do Sporting.

Bruno de Carvalho reagiu nas redes sociais, acusando de que este caso se trata de “terrorismo comunicacional”.

Para o presidente dos sportinguistas, trata-se de uma denúncia infundada. “Qualquer pessoa pode fazer uma denúncia anónima que este jornalista é pedófilo e violador, mesmo que não seja verdade, e um jornal colocar na capa! Qualquer monte de esterco é livre de fazer denúncias e o DIAP, por lei, tem de investigar e isso não significa nada…”, escreveu no Facebook.

Bruno de Carvalho afirma ainda que este “ataque”, que surge “após a conquista do primeiro título do futebol sénior masculino desta época”, tratar-se-á de uma vingança.

"‘Blablabla mas não existe despacho nem ninguém foi constituído arguido…’ Moral da história... nada disto interessa para nada mas as marionetas do benfica continuam ao ataque”, concluiu.