Vida

Maradona insulta Trump e fica impedido de entrar nos EUA

O ex-futebolista foi expulso dos EUA em 1994 por posse drogas durante o Mundial.

O ex-jogador argentino, Diego Maradona, alegou que o seu visa para viajar para os Estados Unidos da América (EUA) foi recusado por ter insultado Donald Trump durante o programa de televisão 'Buenos días América'.

Segundo o Mirror, Maradona precisava de ir até Miami para depor num processo que envolve a sua ex-mulher, no entanto, não conseguiu.

O mesmo jornal conta ainda que o advogado de Maradona o terá  avisado para não falar sobre os EUA durante o programa, mas que o aviso não teve efeito. Durante o programa, quando lhe pediram a sua opinião acerca de Trump afirmou que era “um palerma”. 

Este não foi o único episódio de Maradona, o Mirror conta que em 1994 o ex-futebolista foi expulso dos EUA por ter na sua posse drogas durante o Mundial.