Sociedade

Inverno. Vem aí frio, mesmo muito frio

Em algumas zonas do país as temperaturas podem chegar aos 7 graus negativos

O sol de inverno das últimas semanas serviu para amenizar os meses mais frios e com os dias já a crescer, quase que já se conseguia sentir os sinais de primavera. Mas não. O frio previsto para os próximos dias relembra os portugueses que estamos em fevereiro e que, por isso, as temperaturas são para ser baixas.

Até dia 9, sexta-feira, todo o país vai estar sob temperaturas especialmente baixas. Aliás, segundo Patrícia Gomes, meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), o frio já começou no fim de semana, mas a próxima madrugada deu o início para o período mais crítico.

Apesar do frio afetar todo o país, as temperaturas vão ser especialmente baixas no interior, com as regiões de Trás-os-Montes, Beira Alta e Beira Baixa a chegar aos seis graus negativos e com máximas que, nalgumas zonas podem nem ultrapassar os zero gruas. As Penhas Douradas chegam mesmo aos sete graus negativos de temperatura mínima na terça e quinta-feira.

Apesar das grandes cidades não chegarem a ver o termómetro descer tão drasticamente, vão estar sujeitas a temperaturas dignas de destaque. No Porto, a temperatura mínima vai oscilar entre os zero e dois dois graus até quinta-feira, com máximas que não passarão dos 12 graus. Já Lisboa, vai chegar a mínimas de três graus na terça, quarta e quina e máximas que também não ultrapassam os doze graus. 

Se chover, o que, segundo a meteorologista explica ao i, será pouco provável, acontecerá apenas em forma de aguaceiros pouco frequentes e dispersos. “Mesmo assim, serão de neve em zonas com mais de 600 a 800 metros na região norte e centro”. 

 

Apesar de longe das previsões de neve, o litoral não se livra de uma semana rigorosa. “Prevê-se vento para o litoral e as terras altas o que, associado às temperaturas baixas, aumenta a sensação e frio”, refere.