Internacional

Samsung. Herdeiro da marca libertado após suspensão da sentença

Herdeiro tinha sido condenado a cinco anos de prisão 

Jay Y. Lee, o herdeiro da marca sul-coreana Samsung, foi libertado esta segunda-feira, após um tribunal de instância superior ter suspendido a sentença a que tinha sido condenado.

O herdeiro foi condenado em agosto de 2017 a cinco anos de prisão, por suborno relacionado com o escândalo de corrupção que acabou com a destituição e a detenção da presidente sul-coreana, Park Geun-Hye.

No entanto, em recurso, a pena do sul-coreano tinha sido reduzida para dois e meio, mas apesar de redução de pena, o tribunal optou por decidir que o empresário fica em liberdade condicional durante quatro anos, segundo a Bloomberg.

Lee Jae-yong, filho do presidente do grupo Samsung, foi acusado de ter pagado 38 milhões de dólares, cerca de 32 milhões de euros, em subornos à confidente da ex-Presidente Park Geun-hye, Choi Soon-sil.