Sociedade

Microplásticos colocam baleias e tubarões em risco

Um estudo revelou que as baleias, tubarões e raias ingerem grandes quantidades de microplásticos e isso está a preocupar os cientistas

O estudo revelou que a poluição dos oceanos pode reduzir o número destes animais presentes no oceano, pois ao comerem pequenas presas, ingerem vários metros cúbicos de água aumentando a possibilidade de engolirem microplásticos.

“Os nossos estudos feitos em baleias e tubarões no Mar de Cortez confirmam a exposição destes animais aos microplásticos que poluem o mar”, explicou Maria Cristina Fossi, professora da Universidade de Siena, citada pelo ‘The Independent’.

O que são microplásticos? São pedaços de plástico com menos de cinco centímetros de comprimento que se assemelham ao pláncton (alga) e que se tornam perigosos para os oceanos.

Os cientistas referiram ainda que foram encontrados 800 quilómetros de plásticos numa baleia, na França, e outra tinha seis metros quadrados de plático dentro do seu organismo, na Austrália.

“A magnitude dos riscos que estes poluentes têm está a ser investigada”, referiu Elitza Germaniv da Universidade da Austrália. Os animais ao ingerirem o plático podem danificar o seu sistema digestivo e a exposição a este poluente pode ainda afetar os “processos biológicos como o crescimento e reprodução destes animais”.