Internacional

Casa Branca reage a dia negro nas bolsas

A porta-voz da Casa Branca afirmou que o presidente norte-americano está focado nos "fundamentos" da economia

Depois de um silêncio que já se estava a tornar estranho, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reagiu pela voz da sua porta-voz à queda da bolsa norte-americana e mundiais dizendo que está mais preocupado com os "fundamentos" da economia do país que lidera. 

"O presidente está concentrado nos nossos fundamentos económicos a longo prazo, que continuam excecionalmente fortes, com o reforço do crescimento económico, uma taxa de desemprego historicamente baixa e salários em alta para os trabalhadores norte-americanos", disse a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders. 

A responsável da Casa Branca não perdeu a oportunidade para realçar os planos económicos do presidente: "Os cortes fiscais e reformas de regulação do presidente irão melhorar a economia norte-americana e continuar a aumentar a prosperidade para o povo norte-americano". 

Desde sexta-feira que a bolsa norte-americana tem assistido a uma queda nos seus valores, tendo, até ao momento, perdido um trilião de dólares. A queda rapidamente contagiou as bolsas asiáticos e, depois, a britânica e europeias. Na Europa, o Stoxx 600, índice de referência, atingiu níveis só vistos em junho de 2016, aquando do Brexit. 

Não obstante, analistas acreditam que se está perante uma correção dos mercados bolsistas depois de meses de valorizações constantes.