Sociedade

Motorista no Porto abusava sexualmente de pessoas portadores de deficiência cognitiva

Suspeito já está a aguardar respetivas medidas de coação

Um homem de 60 anos, motorista, foi detido pela Polícia Judiciária do Porto, por suspeitas de crime de abuso sexual de pessoas portadoras de deficiências cognitivas.

As autoridades revelaram que o homem se terá “aproveitado  do estado de incapacidade de resistência das vítimas e dos contactos privilegiados com estas para cometer, de forma reiterada, os abusos sexuais”.

O suspeito já foi presente a primeiro interrogatório judicial e aguarda agora as respetivas medidas de coação.