Sociedade

Taxista detido em Lisboa por cobrar 3,90 euros em excesso

Taxista tem 54 anos e foi presente a Tribunal de Instância de Pequena Criminalidade

De acordo com um comunicado da PSP, um homem de 54 anos foi detido “pela suspeita da prática do crime de especulação”. Em causa está o facto de “o condutor de um veículo táxi ter cobrado um excesso de 3,90 euros”.

A mesma nota esclarece que “o taxímetro marcava, em serviço de tarifa noturna, um valor de 16,30 euros”, mas o “ suspeito cobrou a quantia de 20,20 euros”.

Só depois da intervenção das autoridades é que “o valor cobrado em excesso foi devolvido à vítima”.

O taxista compareceu no Tribunal de Instância de Pequena Criminalidade de Lisboa, para ser julgado sob a forma de processo sumário, tendo sido decretada a Suspensão Provisória do Processo.