Tecnologia

Youtubers. Os casos de sucesso em Portugal

Mas, afinal, o que é ser youtuber? Não é fácil dar uma resposta concreta. É alguém que cria conteúdos em formato de vídeo e os partilha no YouTube. Com base nas visualizações, gostos e comentários, pode ganhar dinheiro com a rede social.

Sirkazzio: Anthony Sousa começou o canal em 2012 e é o youtuber com mais seguidores em Portugal. Conta com 5 milhões de subscritores e tem 913 milhões de visualizações. Por ano, ganha cerca de 420,6 mil euros com o YouTube. O seu vídeo mais visto conta com 7,2 milhões de visualizações e é uma paródia da música “Despacito”, de Luis Fonsi. 

D4rkframe: António Ramos começou no YouTube em 2013 e, desde então, a sua comunidade de seguidores não tem parado de crescer. O seu canal conta com 3,6 milhões de subscritores e tem cerca de 426 milhões de visualizações. Por ano pode receber cerca de 782 mil euros. O seu vídeo mais popular conta com 9,1 milhões de visualizações e é ele a estragar a maquilhagem toda da sua namorada.

Fer0m0nas: Miguel Campos criou o seu canal em 2011 e tornou-se um sucesso a jogar jogos e a gravar as suas reações. Conta com 3,3 milhões de subscritores e tem 571,6 milhões de visualizações, podendo ganhar por ano 142,1 mil euros. O seu vídeo mais popular tem 4,1 milhões de visualizações e o conteúdo consiste na reação dele enquanto joga um jogo da Marvel.

Wuant: Paulo Borges juntou-se ao YouTube em 2012. O seu canal tem 2,6 milhões de subscritores e, apesar de não ser o youtuber com mais subscritores, lidera o número de visualizações: 694,5 milhões. Por ano pode ganhar cerca de 1,3 milhões de euros. O seu vídeo mais popular tem 8 milhões de visualizações: é a música de sua autoria “Qualquer Um Faz”, que lançou o ano passado.

Windoh: Diogo Silva criou o seu canal em 2012 e já tem 1,1 milhões de subscritores. Conta com 93,8 milhões de visualizações e por ano pode ganhar cerca de 450 mil euros. O seu vídeo mais popular tem 2 milhões de visualizações e foi quando decidiu encher o quarto de Wuant com pipocas como forma de vingança por outras partidas das quais foi alvo.

Nuno Agonia: Aderiu ao YouTube em 2012 e já tem 941 mil subscritores. Por ano pode ganhar até 191,5 mil euros e tem 138 milhões de visualizações. O seu vídeo mais popular tem 3,6 milhões de visualizações e é basicamente a reação dele a umas bolinhas de metal que se unem todas da forma que queremos e constroem várias figuras e formas.

Pi: Miguel Monteiro aderiu ao YouTube apenas em 2016, mas já é um dos mais bem-sucedidos neste ramo. Tem 937 mil subscritores, 48 milhões de visualizações e, por ano, pode ganhar cerca de 73,5 mil euros. O seu vídeo mais popular é ele a pintar os ténis de Windoh, que custam 600 euros mas, na verdade, tudo não passa de uma partida que ele decidiu fazer ao amigo.

Tubalatudo: Começou no YouTube em 2012, tem 905 mil subscritores, 118 milhões de visualizações e pode ganhar por ano até 54 mil euros. O seu canal está repleto de vídeos que ensinam a fazer brinquedos e experiências. O seu vídeo mais popular tem 5,7 milhões de visualizações e é um tutorial de como fazer uma pistola de papel.