Desporto

Dragão a cuspir fogo antes da Champions

O FC Porto adiantou-se ao Sporting nas meias-finais da Taça de Portugal, vingando a eliminação na Taça da Liga. Segue-se o Liverpool.


Mais de dois meses depois da última ronda da fase de grupos, a Liga dos Campeões está de regresso esta semana. São quatro jogos, entre os quais aquele que põe em jogo a única equipa portuguesa ainda em prova: o FC Porto-Liverpool, quarta-feira no Dragão.

Os azuis-e-brancos, recorde-se, terminaram em segundo no grupo G, com dez pontos em seis jogos, atrás dos turcos do Besiktas (14) e à frente dos alemães do RB Leipzig (sete) e dos franceses do Mónaco, orientados por Leonardo Jardim (dois). O Liverpool, por seu turno, venceu o grupo E com 12 pontos, à frente de Sevilha, Spartak Moscovo e Maribor.

O histórico está longe de ser animador para os dragões, que em quatro encontros oficiais com os reds nunca venceram. Em 2000/01, então com Fernando Santos ao comando, foram eliminados nos quartos-de-final da Taça UEFA (0-0 nas Antas e 2-0 em Anfield) que o Liverpool viria a vencer; em 2007/08, já para a Liga dos Campeões, ao 1-1 no Dragão seguiu-se vitória categórica dos ingleses em casa: 4-1. As duas equipas acabariam, ainda assim, por seguir em frente no grupo A, com o FC Porto a terminar com mais um ponto que o Liverpool.

Desta feita, será difícil entregar o favoritismo a qualquer dos lados, embora o FC Porto chegue ao encontro moralizado. À liderança no campeonato - em jogo este fim de semana -, soma a vitória sobre o Sporting na primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal (1-0), jogo em que vingou a eliminação na Taça da Liga. O Liverpool é terceiro na Premier League, mas já a estrondosos 18 pontos do líder Manchester City, e já está fora da Taça e da Taça da Liga, apostando todas as fichas num brilharete europeu.

No mesmo dia, e já depois dos interessantes Juventus-Tottenham e Basileia-Manchester City, tem lugar aquele que muitos consideram como a final antecipada da competição: o embate entre Real Madrid e PSG. A primeira mão joga-se na capital espanhola e não será difícil de antever que o mundo do futebol irá parar para ver o confronto entre os bicampeões europeus em título, com Cristiano Ronaldo e companhia, à emergente potência francesa, comandada por Neymar, Cavani e Mbappé. Emoções fortes em perspetiva.

Uma palavra ainda para a Liga Europa, que terá o Sporting a deslocar-se ao Cazaquistão, para defrontar o Astana, e o Braga a visitar o Marselha de Rolando e Mitroglou (ex-Benfica).