Sociedade

Marcelo Rebelo de Sousa apela à dádiva de sangue

Marcelo Rebelo de Sousa prometeu fazer homenagem ao IPST

No 60.º aniversário do Instituto Português do Sangue e da Transplantação (IPST), o Presidente da República apelou para que os portugueses deem continuidade ao “exemplo solidário” pela “causa nacional” da dádiva do sangue.

“O Presidente exorta todos - todos sem exceção - a seguirem o seu notável exemplo solidário. A causa do sangue, naquilo que exige em termos científicos e tecnológicos, de controlo e regulação, abarcando o transplante, como ao que apela em termos de dádiva de dimensão comunitária e participação cívica, continua a ser, hoje mais que nunca, uma causa nacional”, afirmou, dizendo que é um “dador de velhos tempos” e um “cidadão grato à generosidade reafirmada pelos portugueses”.

“São 60 anos de serviço a Portugal, tantas vezes em tempos e modos muito difíceis, antes e depois da viragem do século, porque a generosidade cidadã conheceu altos e baixos e o envelhecimento e apelo de sobrevivência e menor solidariedade em instantes crítico e o alheamento de novas gerações colocaram desafios hoje, felizmente, ultrapassados”, referiu Marcelo Rebelo de Sousa, deixando a promessa de fazer uma homenagem ao IPST, no Palácio de Belém.