Internacional

Morreu o cão que guardou túmulo do dono durante dez anos

Animal morreu ao lado do túmulo do seu dono

Este mês, o cão que passou dez anos a guardar o túmulo do seu dono morreu, em Villa Carlos Paz, na Argentina.

O cão foi dado como prenda a Miguel Guzmán. Um ano mais tarde, em 2006, Miguel acabou por morrer e pouco tempo depois o cão desapareceu de casa, acabando por voltar pouco tempo depois.

Mais tarde, o animal voltou a desaparecer e a família de Miguel pensou que este tivesse morrido, no entanto, acabaram por o encontrar no cemitério, ao lado do túmulo do seu dono.

“Nunca vi uma coisa assim”, afirmou Marta Clot, florista do cemitério, ao 20 minutos.

Já surgiram várias iniciativas para que o cão seja enterrado ao lado do seu dono no cemitério, mas para isso é necessário uma autorização especial.