Desporto

Caso dos e-mails. Tribunal da Relação do Porto decide a favor do Benfica

O recurso do Benfica resultou numa decisão unânime por parte dos juízes desembargadores da Relação do Porto.


O recurso do Benfica resultou numa decisão unânime por parte dos juízes desembargadores da Relação do Porto.

O diretor de comunicação dos portistas, Francisco J.Marques, e o próprio clube foram proibidos de revelar o conteúdo dos e-mails do Benfica e ainda dos seus dirigentes. Este foi o resultado da decisão do Tribunal da Relação do Porto, escreve o Diário de Notícias. 

O mesmo jornal indica ainda que os juízes desembargadores decidiram, por unanimidade, voltar atrás na decisão de primeira instância, que não deu ficou do lado dos benfiquistas.

O recurso interposto pelo Benfica teve agora uma decisão a seu favor, sendo que neste processo os réus em questão são o Futebol Clube do Porto, a SAD do mesmo clube, a FC Porto Media, a Sociedade Avenida dos Aliados (detentora do Porto Canal) e ainda o diretor de comunicação dos dragões, Francisco J. Marques.