Internacional

Papa Francisco deixa apelo a jovens sobre redes sociais

Apelo do Papa surge na sequência de Dia Mundial da Juventude, que é celebrado pela Igreja Católica a 25 de março.

O Papa falou sobre o Dia Mundial da Juventude, afirmando que hoje em dia, muitos jovens se sentem "perturbados por tantos medos" e que muitos deles sentem “um profundo medo de não ser amado e de não ser aceite pelo que é".

"Hoje, muitos jovens sentem-se compelidos a ser diferentes do que realmente são, adaptando-se a padrões geralmente artificiais e inalcançáveis", disse.

O pontífice acrescentou ainda que ninguém que de se esconder atrás de “falsas identidades”, todos devem mostrar aquilo que realmente são, tendo dado o exemplo das redes sociais, explicando que os jovens vivem cada vez mais obcecados com as redes sociais e com a quantidade de ‘gostos’ que conseguem numa fotografia, por exemplo.

Francisco propôs a todos os jovens que tenham "discernimento" para "colocar ordem na confusão de pensamentos e sentimentos e agir de maneira justa e prudente".

"Não deixem, queridos jovens, o brilho da juventude se extinguir na escuridão de uma sala fechada, na qual a única janela para ver o mundo é o computador e o 'smartphone'", concluiu.