Sociedade

DGS recomenda vacinação contra o sarampo

Na Europa morreram, em 2017, 35 pessoas vítimas desta doença e, portanto, a DGS recomenda que todos os portugueses se vacinem contra o sarampo, alegando que esta é a melhor forma de prevenção.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) recomendou esta sexta-feira, a todos os portugueses, que tomem a vacina contra o sarampo, uma vez que esta é, de acordo com a entidade, “a melhor forma” de prevenção.

“Aproxima-se a primavera e o verão, período em que os movimentos internacionais de cidadãos são mais intensos e o risco de contrair a doença é maior”, indica a DGS, em comunicado.

“O sarampo é um risco para a saúde”, reforça a DGS, pedindo que os portugueses verifiquem os seus boletin de vacinas.

A DGS recorda ainda que, só no ano passado, foram notificados na Europa mais de 14 mil casos de sarampo, tendo este número triplicado em relação ao ano anterior.

“As pessoas não protegidas pela vacinação correm maior risco de contraírem sarampo através do contacto com pessoas doentes ou em período de incubação da doença, provenientes de outros países”, acrescenta a DGS.