Vida

Esta é a história de um professor de informática que dá aulas sem computador

Um professor de informática numa escola do Gana dá aulas de computadores, mas sem que exista um. Como? Ele explica

Na escola de Kumasi, no Gana, não há computadores, mas a história que interessa não é essa, uma vez que neste país a maioria das escolas não tem acesso a esta tecnologia.

O professor Owura Kwadwo, de 33 anos, ensina Tecnologias de Informação e Comunicação, mas sem computadores. No entanto, todos os alunos têm de aceder a um exame de informática para poderem entrar no ensino secundário. Sem computadores, a aula é simples: Owura desenha no quadro de ardósia, todos os dias, uma página de Microsoft.

Owura publicou no seu perfil do Facebook as imagens do quadro, e estas já se tornaram virais, depois de um comediante conhecido no Gana ter partilhado a publicação.

“Ensinar informática numa escola do Gana é muito engraçado. Informática no quadro. Eu adoro os meus alunos e tenho de fazer o que os faz entender o que ensino”, escreve o professor na legenda da publicação partilhada.

Em declarações ao jornal espanhol El País, Owura explica que “cada professor tem a sua maneira de apresentar a informação aos seus alunos”, portanto, ele acabou por encontrar a sua.

Kwadwo explicou também que consegue fazer estes desenhos porque tirou um curso de artes visuais, de forma a tornar os desenhos o mais real possível. “Pelos menos, os alunos terão uma ideia do que vão ver quando estiverem à frente de um ecrã de um computador”, acrescenta.

A partilha que o professor fez nas redes sociais já gerou uma onda de solidariedade, tendo levado várias pessoas a fazer doações à escola de Kumasi. A própria Microsoft divulgou a história do professor, através do Twitter de uma das empreendedoras da empresa e, a Microsoft África prontificou-se a ajudar a escola do Gana, prometendo um computador ao professor.