Cultura

Plágio. Tony Carreira defende Diogo Piçarra

“Se ele diz que não é plágio, eu acredito”.

Tony Carreira, que foi acusado de plágio em várias das suas músicas, defende agora Diogo Piçarra das suspeitas de plágio na música com que concorreu ao Festival da Canção.

Na Renascença, o músico diz acreditar em Diogo Piçarra: “Eu conheço bem o Diogo. O Diogo vem do programa ‘Ídolos’, onde eu fui jurado. Para lá do ‘Ídolos’, conheço bem o Diogo, é muito bom rapaz, muito talentoso. Se ele diz, eu acredito que ele não fez aquilo. Sinceramente”.

“A canção é realmente muito parecida. Agora, acredito sinceramente que ele não fez de propósito porque a melodia é tão simples que, por esse motivo, claro que pode acontecer”, acrescentou Tony Carreira.

“Não estou a dizer isto por estar ligado a um problema que toda a gente sabe, digo porque conheço o Diogo, porque acho que é muito bom rapaz mesmo, é muito sincero no que faz e no que diz e, a partir do momento em que ele o diz, eu acredito no que ele disse”, frisou.

Recorde-se que Diogo Piçarra acabou por desistir do Festival da Canção devido às suspeitas de que a sua música, “Canção do Fim”, era plágio de um cântico evangélico dos anos 70.