Desporto

Liga Europa. Montero foi a garra mais afiada do leão

Sporting bateu checos do Plzen por 2-0 na 1.ª mão dos oitavos

Dois golos de Fredy Montero para confirmar o óbvio: o Sporting é muito mais forte que os checos do Plzen. O triunfo obtido pelos leões em Alvalade, na primeira mão dos oitavos-de-final da Liga Europa (2-0), só pecou por escasso, tamanha foi a superioridade evidenciada pelo conjunto português, mesmo com as muitas ausências por lesão - Bas Dost, Doumbia, Rafael Leão, Piccini, André Pinto e Podence ficaram em Lisboa.

Foram muitas as ocasiões desperdiçadas pelos homens de Jorge Jesus, com destaque para Bruno Fernandes. Acabaria por ser Fredy Montero, já nos descontos da primeira parte, a abrir o marcador, respondendo a cruzamento de Fábio Coentrão. Esta foi a última jogada de ataque da primeira parte; na primeira do segundo tempo, bis para o colombiano, desta feita servido de bandeja por Bruno Fernandes. A única nota negativa vai para os amarelos a Coates e William Carvalho, que deixam a dupla fora da segunda mão.

Houve muitos outros motivos de interesse nesta ronda de Liga Europa. Desde logo em San Siro, onde houve inversão de papéis na realidade habitual: os italianos (AC Milan, com André Silva a partir dos 68’) dominaram; os ingleses (Arsenal) marcaram. O 0-2 praticamente sentencia a eliminatória. Quase afastado está também o Lokomotiv, de Manuel Fernandes e Eder, derrotado por 3-0 em Madrid, pelo Atlético. Grande surpresa em Dortmund, onde os austríacos do Salzburgo venceram por 2-1; surpresa média em Roma, com o Dínamo de Kiev a arrancar um saboroso empate no terreno da Lazio: 2-2 - Nani entrou aos 85’. Vitórias ainda para o Lyon de Anthony Lopes (1-0 em casa do CSKA), o Marselha de Rolando (3-1 na receção ao At. Bilbau) e o RB Leipzig de Bruma, que abriu o marcador no 2-1 ao Zenit.