Internacional

Estados Unidos também impõem sanções à Rússia

Há cinco organizações russas visadas pelos EUA e 19 pessoas

Depois do Reino Unido, Donald Trump também impôs sanções à Rússia, nomeadamente a cinco organizações e a 19 pessoas.

Segundo escreve o New York Times, a retaliação foi feita esta quinta-feira, sendo que em causa estão os ciberataques “maliciosos” e ainda a interferência da Rússia nas eleições presidenciais.

As sanções impostas são “uma parte de um esforço mais amplo para enfrentar os ataques nefastos em que curso que emanam da Rússia”, segundo Steven T. Mnuchin, Secretário do Tesouro dos Estados Unidos.

A mesma publicação indica ainda que os visados, ou parte deles, são os mesmos que já tinham sido identificados pelo procurador-especial Robert Mueller, na acusação que envolve alguns membros da campanha de Donald Trump, por concluiu com o Kremlin.

Recorde-se que, esta quinta-feira, foi anunciado, em comunicado, que os Estados Unidos, França, Alemanha e Reino Unido assinaram um documento, onde afirmam que foram as autoridades russas as culpadas pela envenenamento de Sergei Skripal, o ex-espião russo.

Na declaração conjunta, os líderes das quatro potências dizem que o ato foi uma “clara violação” do direito internacional.