Economia

REN aumenta lucros em 26%, mas mantém dividendo

A empresa teve um lucro de 125,9 milhões de euros em 2017.

A REN fechou 2017 com um aumento dos lucros de 25,7% face ao ano anterior, atingindo os 125,9 milhões de euros. A empresa anunciou que vai manter o dividendo de 17,1 cêntimos por ação.

O resultado foi impulsionado “por um sólido desempenho financeiro, sustentado no recuo médio da dívida”, refere a empresa liderada por Ricardo Costa em comunicado.

O EBITDA também apresentou um aumento, mas mais curto, de 2,4%, situando-se nos 487,5 milhões de euros no ano passado. Segundo a REN, o resultado reflete “o contributo positivo dos três meses de consolidação da Portgás e dos resultados da chilena Electrogás”.

A dívida da empresa ascendeu a 2756 milhões de euros, 11,2% acima do ano anterior. Contudo, a REN afirma que este aumento foi atenuado pelo aumento de capital (250 milhões de euros) que foi concluído em dezembro.

“À semelhança do ano anterior e de acordo com a política de dividendos delineada pela empresa”, a REN vai propor o pagamento de um dividendo de 17,1 cêntimos por ação. Apesar da subida dos lucros, a empresa não vai alterar o dividendo que pretende distribuir.