Economia

Portugal paga taxa de juro mais baixa de sempre para emitir dívida

No total foram arrecadados 1250 milhões de euros em obrigações do Tesouro

Portugal colocou 1250 milhões de euros em títulos de dívida a dez e 27 anos e teve os custos de financiamento mais baixos de sempre em ambas as emissões. 

“Já hoje colocámos dívida a dez anos e a 27 anos às taxas mais baixas de sempre - não é [às mais baixas] da semana passada ou de há um ano, é de sempre”, disse o ministro das Finanças, Mário Centeno, numa audição no parlamento, citado pela agência Lusa.

Na emissão de 975 milhões de euros de obrigações do Tesouro a dez anos, a taxa de juro conseguida pelo Estado português foi de 1,778%. Trata-se da taxa mais baixa de sempre. No último leilão, que ocorreu a 14 de fevereiro, a taxa tinha sido de 2,046%. 

Portugal só tinha emitido dívida a dez anos com uma taxa abaixo de 2% uma vez, a 8 de novembro do ano passado.

A procura atingiu 1661 milhões de euros, superando a oferta em 1,7 vezes. 

Já a 27 anos foram emitidos 275 milhões de euros, com uma taxa de 2,8%, sendo esta também a taxa mais baixa de sempre. No último leilão, a 12 de julho do ano passado, o juro cobrado tinha sido de 3,977%, um valor bastante mais alto. Neste prazo, a procura superou a oferta em 2,8 vezes, atingindo os 771 milhões de euros.

A Alemanha também realizou um leilão de dívida de muito longo prazo e suportou uma taxa de 1,27% para colocar títulos com uma maturidade de 30 anos.