Politica

Marques Mendes diz que caso Barreiras Duarte foi "uma novela inqualificável"

"Ele aldrabou. Já devia ter pedido a demissão há vários dias ", diz ex-líder do PSD

Marques Mendes defende que o caso Barreiras Duarte "é uma novela inqualificável que se arrastou tempo demais".

O ex-líder do PSD comentou a demissão do secretário-geral do PSD e considerou que Feliciano Barreiras Duarte "já devia ter pedido a demissão há vários dias", porque "cometeu um erro grave".

"Falsificou o seu currículo. Ele aldrabou. É uma saloice esta história de querer títulos. Não tinha condições nenhumas para continuar", acrescentou.

No seu habitual comentário, na SIC, Marques Mendes criticou também a forma como Rui Rio geriu este processo, porque "desculpou Barreiras Duarte no início" e "andou uma semana a apanhar bonés".

Para o ex-líder do PSD, Rio "não está a perceber algumas coisas importantes" e está "a deixar-se queimar em lume brando". 

Barreiras Duarte demitiu-se uma semana depois de o semanário SOL ter revelado que o secretário-geral do PSD falsificou o currículo.