Sociedade

PJ faz novas buscas na fundação "O Século"

O presidente e o vice-presidente foram constituídos arguidos pelos crimes de peculato e abuso de poder

A PJ está neste momento a fazer buscas na fundação "O Século", conforme apurou a TVI, e o presidente e o vice-presidente foram constituídos arguidos pelos crimes de peculato e abuso de poder.

As autoridades já tinham realizado buscas nas instalações da fundação em janeiro, por causa de irregularidades na gestão da fundação, nomeadamente por peculato e abuso de poder entre 2012 e a atualidade. Os visados são o presidente e o vice-presidente da instituição. 

Na semana passada o Conselho de Administração assistiu à demissão de três dos seus cinco elementos. Segundo a revista Visão, a instituição depara-se com profundas dificuldades financeiras, com apenas 20 mil euros em caixa. Entretanto, o Conselho de Curadores da fundação procura alternativas para ultrapassar a situação. 

A fundação foi criada em 1998 para prosseguir com o trabalho social da antiga Colónia Balnear Infantil "O Século", criada em 1927 por João Pereira da Rosa.