Desporto

Suspeito de esfaquear jogador do Farense estava em liberdade condicional por "crimes de roubo"

A Polícia Judiciária revelou que o sujeito “se encontrava em liberdade condicional no âmbito de um processo pelos crimes de roubo e resistência a funcionário”.

O suspeito de ter esfaqueado o futebolista do Farense Octávio ‘Tavinho’, na madrugada desta segunda-feira, encontrava-se em liberdade condicional, revelou hoje a Polícia Judiciária (PJ).

O suspeito tem 30 anos, e apresentou-se ontem, pelas 22h00, no posto da GNR de Vilamoura, concelho de Loulé, Algarve, acompanhado da sua advogada.

A PJ adiantou, em comonunicado, que o homem, agora suspeito de tentativa de homicídio, "se encontrava em liberdade condicional no âmbito de um processo pelos crimes de roubo e resistência a funcionário".

O crime de tentativa de homicídio visou o jogador do Farense, ‘Tavinho’, tendo esfaqueado a vítima, por duas vezes, na zona do pescoço. O hemotórax direito ficou perfurado, de acordo com informações da PJ.

O homem será agora presente a primeiro interrogatórioo, para aplicação de determinadas medidas de coação.