Internacional

Homem esteve preso 22 anos por homicídio que não cometeu

Acusações foram retiradas e será libertado

Calvin Buari passou 22 anos preso, nos Estados Unidos da América, depois de ter sido acusado de um duplo homicídio. No entanto, as acusações foram retiradas esta quarta-feira, depois de duas novas testemunhas terem afirmado que Buari não era o autor dos crimes.

O duplo homicídio remonta da 1992, quando dois homens foram assassinados num parque de estacionamento, em Bronx. Os dois homens foram baleados enquanto estavam a comer dentro do carro.

As autoridades culparam Calvin Buari sob o argumento de que os residentes estavam com a sua segurança em risco.

Apesar de ter negado o seu envolvimento no crime foi condenado a 50 anos de prisão. Agora, depois de os seus advogados e familiares terem reunido vários esforços para o ilibar, surgiram duas novas testemunhas que afirmaram que viram outro homem no parque de estacionamento, identificando como o possível autor dos disparos.