Sociedade

MP quer que suspeito de homicídio junto ao Estádio da Luz seja julgado

O Ministério Público quer que Luís Pina, o homem  acusado de atropelar o italiano Marco Ficini em Lisboa, enfrente julgamento.

DR  

O caso aconteceu junto ao Estádio da Luz e envolveu elementos de claques do Benfica e do Sporting. A posição foi defendida hoje pelo MP num debate instrutório marcado por alguns momentos de tensão.

Os restantes 21 arguidos acusados em outubro do ano passado também devem ser julgados, considerou a procuradora do Ministério Público.

Segundo a procuradora não foi feito nada em fase de instrução – aberta a pedido de alguns dos arguidos – que ponha em causa o que está descrito na acusação, pelo que o julgamento tem de ser feito. Luís Pina estava em prisão preventiva desde abril do ano passado e teve de ser libertado em março deste ano por ter sido ultrapassado o prazo máximo de decisão instrutória.

Tanto no interior da sala do Tribunal de Instrução Criminal como no exterior houve alguns momentos de tensão entre os arguidos, que levou mesmo a um reforço do efetivo da PSP.