Sociedade

Algarve paga cerca de 2400 euros a pediatras e obstetras por fim-de-semana

Médicos chegam a apanhar avião à sexta-feira para fazer turnos nas maternidades do Algarve durante o fim-de-semana

Para assegurar o serviço das urgências, as maternidades algarvias chegam a pagar cerca de 50 euros por hora a pediatras e obstetras.

Alguns médicos, especialmente do Norte do país, chegam a aproveitar os voos mais baratos para o Algarve para fazerem turnos durante o fim-de-semana. Segundo avança o Jornal de Notícias (JN), esses médicos fazem turnos de 24 e 48 horas e chegam a ganhar 2400 euros por cada fim-de-semana de trabalho.

Segundo o Sindicato Independente dos Médicos, esta é uma situação recorrente e que já se vive há alguns anos, sobretudo durante o verão. No entanto, devido à falta de obstetras e pediatras esta solução é algo que se verifica durante todo o ano.

“Os valores que pagamos aos médicos são variáveis. Há uma coisa que se chama oferta e procura e, evidentemente que nas especialidades mais raras, em que há uma maior carência de médicos, serão mais elevados”, afirmou Ana Paula Gonçalves, presidente do Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) ao JN.

Jorge Roque Cunha, do sindicato, referiu que “alguns destes médicos vão fazer banco sendo chefiados por médicos que não ganham nem metade disso", considerando que isto pode levar a "um problema grave”.