Internacional

Mulher detida pela Europol esteve escondida em Portugal

Tania Varela, a mulher mais procurada pela Europol e recentemente detida, esteve escondida em Portugal durante a maior parte do tempo que esteve em fuga.

A mulher mais procurada pela Europol foi detida pelas autoridades catalãs, enquanto passeava a filha num parque em Sitges, a cerca de 30 quilómetros de Barcelona.

De acordo com a polícia catalã, durante a maior parte do tempo em que esteve em fuga, Tania esteve “em Portugal e na América do Sul.”

Tania Varela é uma advogada de 44 anos e era a única mulher na lista dos 77 mais procurados pela Euoropol. A espanhola era alvo de três mandados de detenção por tráfico de droga e branqueamento de capitais e encontrava-se fugida às autoridades desde 2013.

O responsável da Divisão de Investigação Criminal (DIC) dos Mossos d’Esquadra, Antoni Rodríguez, declarou à imprensa local, que a mulher “estava em fuga desde o mandado de 2013 e desde então tem estado no estrangeiro, em Portugal e na América do Sul”.

A mesma fonte indicou ainda que a polícia catalã já está a “investigar o porquê de Tania estar a viver em Sitges, o que fazia e de onde vinha o apoio financeiro e logístico que lhe permitiu estar na clandestinidade” todo este tempo.