Sociedade

Greve nos comboios não terá serviços mínimos

A greve dos trabalhadores da Infraestruturas de Portugal está marcada para segunda-feira.

DR  

O tribunal arbitral decidiu que a greve dos trabalhadores da Infraestruturas de Portugal que vai afetar os comboios na próxima segunda-feira não terá serviços mínimos.

A justificação para a ausência de serviços mínimos prende-se com o facto de haver transportes alternativos e por a greve ser de apenas um dia, escreve a agência Lusa.

A Infraestruturas de Portugal reagiu à decisão, dizendo que “a total ausência de circulação de comboios durante um período de 24 horas acarretará necessariamente a não satisfação de necessidades sociais impreteríveis”.

A greve nos comboios está agendada para a próxima segunda-feira, 2 de abril.