Sociedade

Força Aérea ajudou recém-nascido

O bebé precisava de assistência médica e de transporte para Lisboa


A Força Aérea Portuguesa interviu, no passado sábado, no transporte de um recém-nascido dos Açores para o continente por necessidade de assistência médica.

Os militares utilizaram um avião Falcon 50 com uma equipa médica a bordo, nomeadamente dois médicos e um enfermeiro.

O voo durou cinco horas e o bebé chegou bem a Lisboa, donde foi transferido para uma equipa do INEM.