Sociedade

Greve parou 321 comboios

A paralisação teve mais impacto nas viagens de longo curso.

A greve desta segunda-feira dos funcionários da Infraestruturas de Portugal cancelou 321 comboios, referiu a CP à agência Lusa.

De um total de 842 que estavam previstos, 321 foram suprimidos, disse Ana Portela, porta-voz da CP, no mais recente balanço feito pela empresa.

Os comboios mais afetados pela paralisação dos trabalhadores da Infraestruturas de Portugal foram os regionais e de longo curso, como os alfa-pendulares e intercidades.