Internacional

Novo ataque químico na Síria faz pelo menos 40 mortos

Entre as vítimas estão várias crianças


Um novo ataque químico fez, pelo menos, 40 vítimas mortais na Síria, anunciou uma organização não-governamental (ONG).

De acordo com os Capacetes Brancos - ONG dedicada ao resgate de vítimas das zonas que estão sob controlo dos rebeldes – há pelo menos quarenta vítimas mortais e dezenas de feridos, entre eles várias crianças. Além disso, a ONG denunciou ainda a carência de estruturas médicas na cidade.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos, outra ONG, garantiu que cerca de 11 pessoas sofreram sintomas de asfixia, depois do bombardeamento aéreo junto ao norte de Douma.

A agência oficial síria, SANA, já veio negar qualquer envolvimento das forças sírias e assegurou que "as denúncias do uso de substâncias químicas em Douma são uma tentativa clara de impedir o progresso do exército".