Internacional

Papa Francisco “profundamente preocupado” com incapacidade de se chegar a um acordo de paz na Síria

EUA, França e Reino Unido bombardearam a Síria na madrugada de sábado

O Papa Francisco afirmou este domingo que está “profundamento preocupado” com a “incapacidade” de se chegar a um acordo de paz na Síria, depois da homilia Regina Coeli, celebrada no Vaticano.

Depois da oração, o Papa lamentou que “apesar dos instrumentos disponíveis à comunidade internacionacional, seja difícil chegar a um acordo sobre uma ação comum a favor da paz na Síria e de outras regiões do mundo”.

Francisco disse ainda que reza “incessantemente pela paz” e convidou todas as pessoas a fazer o mesmo, apelando “a todos os líderes políticos para que defendam a justiça e a paz”.

Na madrugada de sábado, os EUA, França e Reino Unidos, bombardearam a Síria, como forma de resposta ao alegado ataque químico na cidade de Douma, em Ghouta Oriental. Segundo Trump, o ataque foi uma resposta à “ação monstruosa” realizada pelo regime sírio.