Internacional

Brasil. Tribunal rejeita últimos recursos de Lula

Em causa está o caso do triplex.

O Tribunal Regional Federal da 4.ª Região, de Porto Alegre, rejeitou os últimos recursos de Lula da Silva no caso do triplex do Guarujá.

A decisão contra o ex-Presidente brasileiro foi tomada por unanimidade pelos três magistrados do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região.

Os juízes mantém, assim, a condenação a 12 anos e um mês de prisão para Lula da Silva.

Lula foi considerado culpado pela Justiça brasileira dos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro pela compra de um apartamento triplex na praia de Guarujá, litoral de São Paulo, pago como suborno pela contrutora OAS.

O antigo Presidente brasileiro está preso desde o dia 7 de abril.