Sociedade

Naufrágio na Parede. “Foi uma grande negligência da parte dos marinheiros”

Uma embarcação turística naufragou ao largo da Parede.

Naufrágio na Parede. “Foi uma grande negligência da parte dos marinheiros”

DR  


Esta quinta-feira, uma embarcação turística com dez pessoas a bordo naufragou ao largo da Parede, em Cascais.

Para Jorge Venâncio, que praticava paddle naquela zona, o que aconteceu foi uma “irresponsabilidade” por parte dos marinheiros que operavam a embarcação.

“Ele entrou com o barco na rebentação de propósito, chegou-se demasiado perto da costa e foi assim que o barco virou”, disse ao SOL, acrescentando que “foi uma grande negligência”, já que não foram respeitadas as distâncias mínimas.

"Tentaram surfar as ondas com o barco", diz mesmo Jorge Venâncio.

Jorge Venâncio foi um dos primeiros a prestar auxílio aos turistas e confirmou que, apesar do pânico dos turistas, os tripulantes não tinham ferimentos.

Ao SOL, o Capitão do Porto de Cascais confirmou que a a embarcação aproximou-se demasiado da costa, tendo acabado por naufragar, mas garantiu que "todas as normas de atividade marítimo-turística foram cumpridas".

Todas as pessoas que se encontravam na embarcação foram transportadas para o Hospital de Cascais, apenas por uma questão de precaução.

Os comentários estão desactivados.