Sociedade

Câmara de Setúbal aprova estacionamento pago na praia da Figueirinha

Pela primeira vez, o estacionamento da maior praia da Arrábida será pago a partir de 1 de junho. O valor da diária vai variar entre dias da semana e fins de semana e feriado e será mais elevado entre julho e agosto. No máximo será cobrado 9 euros por 11 horas de estacionamento, durante os meses mais caros  

Este verão o acesso às praias da Arrábida vai ter novas regras. A partir de 1 de junho, quando arranca a época balnear, o trânsito vai estar interdito entre as praias da Figueirinha e o Creiro. E, pela primeira vez, o estacionamento na praia da Figueirinha vai ser pago, entre as 8 e as 19 horas, todos os dias da semana, até 30 de setembro. 

Na próxima semana a Câmara de Setúbal (CDU) vai apresentar as novas regras para o trânsito e o plano da rede de transportes públicos. A autarquia, liderada por Maria das Dores Meira, vai disponibilizar autocarros com partidas desde vários pontos da cidade e nas imediações das paragens dos autocarros haverá parques de estacionamento gratuitos. No ano passado, o valor de cada bilhete, com partida da cidade, era de 4 euros (ida e volta).    

Além do estacionamento gratuito na cidade, a câmara vai continuar a disponibilizar, também sem custos, o parque na zona do Outão (junto à fábrica da Secil), havendo aí uma paragem de autocarro, cujo bilhete em 2017, era de 1 euro (ida e volta).   

 Entretanto, a autarquia sadina já aprovou a proposta de regulamento municipal que permite cobrar o estacionamento na praia da Figueirinha a partir de 1 de junho. De acordo com a proposta aprovada, - que está em consulta pública nos próximos 30 dias - haverá duas zonas de estacionamento na praia da Figueirinha: uma com 40 lugares disponíveis e outra com 237.   

Para os veículos de duas rodas,  incluindo motociclos, ciclomotores e velocípedes, haverá lugares próprios, gratuitos.

Os concessionários de apoios de praia vão poder ter até dois cartões próprios por concessão, para que tenham estacionamento em locais devidamente identificados, sem limite de tempo, mas também será cobrado.

Está ainda prevista a possibilidade de os utentes adquirem lugares privativos de estacionamento durante a época balnear.

Valor máximo é de 9 euros 

No máximo vai ser permitido o estacionamento durante onze horas e a tarifa vai ser cobrada a cada 15 minutos, com valores que vão variar entre os dias de semana e os meses do ano, sendo mais caro entre julho e agosto e durante os fins-de-semana e feriados.

De acordo com o projeto de regulamento específico de estacionamento controlado, no período de 1 a 30 de Junho e de 1 a 30 de Setembro, uma hora de estacionamento custa 40 cêntimos durante os dias úteis e 60 cêntimos aos fins-de-semana e assim sucessivamente. O limite máximo de 11 horas, custará 3 euros nos dias úteis e 5 euros aos fins-de-semana e feriados.

Este valor vai subir entre 1 de Julho e 31 de Agosto, quando uma hora de estacionamento vai passar a custar 80 cêntimos nos dias úteis e 1 euro aos fins-de-semana, e assim sucessivamente. O limite máximo de 11 horas, custará 6,50 euros nos dias úteis e 9 euros aos fins-de-semana e feriados.

Já no ano passado a presidente da Câmara de Setúbal manifestou a intenção de alterar as regras de trânsito nas praias da Arrábida devido à difícil circulação que resulta do estacionamento “desordenado” e “abusivo”.

No anto passado, durante um dia, a GNR multou 40 viaturas por mau estacionamento, 36 destas foram bloqueadas e 12 foram rebocadas. 

Até este ano o estacionamento  na Arrábida nunca tinha sido cobrado mas já há vários anos que há condicionamentos.  Durante o mês de junho, entre as 9 e as 20 horas dos fins-de-semana e feriados, o trânsito nos dois sentidos estava interdito entre a Figueirinha e o Creiro. A partir de julho e até fim da época balnear, a interdição do trânsito nos dois sentidos vigorava todos os dias da semana.