Politica

25 de Abril. PCP acusa governo socialista de manter "o seu compromisso com os interesses do grande capital"

Comunistas e Verdes criticaram governo na sessão solene do 25 de Abril

O PCP criticou o governo socialista, na sessão solene de comemoração dos 44 anos do 25 de Abril, na Assembleia da República, por manter "o seu compromisso com os interesses do grande capital".

“Se não se vai mais longe na resolução dos trabalhadores, do povo e do país, isso deve-se às opções do PS e do seu Governo, que, em convergência com PSD e CDS, mantêm o seu compromisso com os interesses do grande capital e a sua submissão às imposições do Euro e da União Europeia", afirmou Paulo Sá. 

O deputado comunista criticou duramente o governo de Passos Coelho por ter protagonizado "o mais brutal ataque de que há memória aos direitos dos trabalhadores e do povo” e ouviu protestos da bancada do PSD quando afirmou que os sociais-democratas foram derrotados nas últimas eleições legislativas. 

O deputado do PEV, José Luís Ferreira, também apontou o dedo aos acordos entre António Costa e o PSD que fazem "lembrar o velho e pouco saudoso Bloco Central”.

O deputado dos Verdes garantiu que "nós não somos todos défice e muito menos seremos todos Gaspar”.