Economia

Estado vai oferecer férias a 15 mil portugueses

Iniciativa vai decorrer entre maio e setembro

O ministro do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social e a Fundação INATEL anunciaram esta quinta-feira a abertura de um programa para dar férias gratuitas ou a baixo custo.

Os candidatos a este programa podem ser pessoas com deficiência ou com mais de 55 anos e carências económicas.

Em declarações à TSF, Francisco Madelino, presidente da Fundação INATEL, explicou que serão dadas 300 viagens por semana para um total de 15 mil portugueses. As famílias carenciadas terão prioridade.

As férias, que serão financiadas pelo Estado e por fundos europeus, vão ocorrer entre maio e setembro.

Segundo o mesmo responsável, os candidatos que tenham rendimentos mensais abaixo dos 428.90 euros ficarão isentos de qualquer pagamento. Para os restantes, terão de ser feitos pagamentos de 115, 184 e 459 euros, dependendo do rendimento auferido.

Para saber mais sobre o programa INATEL55+ clique aqui.