Politica

Parlamento da Madeira aprova atribuição de insígnia a Alberto João Jardim

Bloco de Esquerda e Partido Trabalhista Português votaram contra a iniciativa. Vice-presidente do parlamento, Fernanda Cardoso, elogiou a governação do ex-presidente do governo regional

A Assembleia Legislativa da Madeira aprovou hoje a atribuição da mais alta insígnia da Região Autónoma a Alberto João Jardim. A sessão de entrega ficou agendada para 4 de junho. 

"Os argumentos [para a atribuição da insígnia] baseiam-me no percurso histórico de Alberto João Jardim e nos reflexos da sua ação na nossa economia e que estão à vista de todos", disse a vice-presidente do órgão legislativo madeirense, Fernanda Carsoso, à agência Lusa. 

A iniciativa foi aprovada por PSD, PS e CDS-PP na comissão permanente da Assembleia Legislativa. Já o Bloco de Esquerda e o Partido Trabalhista Português votaram contra, enquanto o Juntos Pelo Povo se absteve. O PCP não esteve presente na reunião. 

Alberto João Jardim, então líder do PSD-Madeira, governou a Madeira por mais de três décadas. Foi substituído por Miguel Albuquerque, atual líder do governo regional da Madeira.