Politica

Bloco de Esquerda quer 35 horas de trabalho no privado

O partido vai entregar a proposta durante a próxima semana

Catarina Martins anunciou este sábado, durante o X Encontro do Trabalho do Bloco de Esquerda, que vai avançar com um projeto para reduzir o horário de trabalho de 40 para 35 horas semanais também no privado.

"Nada justificaria que ficasse por aprovar nesta legislatura", afirma a coordenadora bloquista.

A proposta que pretende igualar o horário máximo de trabalho semanal entre a administração pública e as empresas privadas será entregue no parlamento durante a próxima semana. Também a discussão da iniciativa já tem data marcada para dia 18 de maio.