Economia

Rendimento disponível continua a crescer menos que PIB 'per capita'

Os dados foram divulgados pela OCDE, através de um comunicado.

O rendimento disponível das famílias na OCDE em 2017 cresceu menos do que o Produto Interno Bruto (PIB) 'per capita', mas acelerou face ao trimestre anterior.

De acordo com um comunicado da OCDE, no último trimestre de 2017, o rendimento disponível por pessoa (uma vez deduzidos os impostos e os descontos para a Segurança Social e somados as prestações sociais) aumentou 0,3% em termos reais (contra 0,2% no terceiro trimestre). Já o PIB 'per capita' cresceu 0,5% (contra 0,6%).

Contudo, nos nove trimestres entre outubro de 2015 e dezembro de 2017, o rendimento disponível das famílias aumentou 2,3%, enquanto o PIB cresceu 3,8%.

A diferença destes indicadores foi de 1,5 pontos percentuais para o conjunto dos 35 Estados da OCDE. No Reino Unido foi de 4,6 pontos, nos Estados Unidos de 1,7 pontos e na Zona Euro de 1,4 pontos.

Desde 2010 a diferença ainda foi maior, correspondendo a 3,3 pontos percentuais na OCDE, 6,7 pontos no Reino Unido e 6,6 pontos na Zona Euro. Já nos Estados Unidos foi apenas de 0,4 pontos.