Vida

Roman Polanski diz que movimento “#MeToo” é uma “hipocrisia total”

O realizador foi acusado de violação.

O realizador franco-polaco Roman Polanski considerou o movimento “#MeToo” como uma “histeria em massa”.

“Acho que este é um tipo de histeria em massa que ocorre na sociedade de tempos a tempos”, disse Polanski ao jornal polaco Newsweek Polska.

“Toda a gente está a apoiar este movimento, principalmente por medo… acho que é uma hipocrisia total”, acrescentou.

Recorde-se que o realizador de 84 anos foi acusado de violação no passado.