Sociedade

Caso Manuel Vicente. Transferência do processo para Angola faz desaparecer “o irritante”, diz Marcelo

O Presidente da República já reagiu ao anúncio feito esta quinta-feira, sobre a transferência do processo de Manuel Vicente para Angola.

Marcelo Rebelo de Sousa comentou hoje que a transferência para Angola do processo do ex-vice-presidente Manuel Vicente faz “desaparecer o irritante” no que diz respeito às relações entre Angola e Portugal.

Marcelo falava aos jornalistas à margem de uma conferência no Instituto Universitário Europeu de Florença, em Itália, sobre a União Europeia, onde referiu que ainda não dispõe de qualquer informação sobre o assunto, mas afirmou que "se for assim, se quem tem poder de decidir, decide isso, isso significa que há uma transferência e, havendo transferência, se for esse o caso, desaparece o 'irritante', com aliás chamou o senhor ministro dos Negócios Estrangeiros, que é aquele pequeno ponto que existia, embora menor, mas existia, a ser invocado periodicamente nas relações entre Portugal e Angola".

O Presidente da República disse ainda que espera que tanto Portugal como Angola possam cooperar e relembrou que “na próxima semana, há uma cimeira em termos de defesa nacional entre os dois países”.

"Eu sempre achei que os países estavam vocacionados em encontrarem-se e espero que assim aconteça e que nós possamos fazer em conjunto um percurso que é um percurso importante para o povo angolano e para o povo português", declarou o chefe de Estado.

Recorde-se que, o Tribunal da Relação de Lisboa decidiu, esta quinta-feira, transferir o processo de Manuel Vicente para Angola.