Sociedade

Homem que atropelou mortalmente cidadão britânico em Albufeira fica com termo de identidade e residência

O condutor francês que atropelou mortalmente um cidadão britânico numa passadeira em Albufeira, no Algarve, esta segunda-feira, pode vir a ser acusado de homicídio por negligência pelo Ministério Público.

Para já, o condutor fioca sujeito a termo de identidade e residência enquanto decorre a investigação, avançou à Lusa, esta segunda-feira, fonte da GNR.

Além disso, também o Ministério Público já anunciou a abertura de um inquérito, para apurar se o condutor incorre na prática de um crime de homicídio por negligência.

Recorde-se que, quando o homem foi interceptado pelas autoridades, apresentava excesso de álcool no sangue, tendo acabado por fugir do local onde ocorreu o acidente, sem prestar qualquer auxílio à vítima.

A vítima mortal foi transportada para o Centro Saúde de Albufeira, onde acabou por morrer